quarta-feira, 9 de maio de 2012

PARABÉNS NANNY


Seu Aniversário


Hoje é seu dia, e é muito justo que seja tão especial
Toda a sua tribo também concorda e acha supernatural
A gente quer tanto bem a você, sua alegria contagia a todos nós
A gente quer é lhe devolver parte do que você traz pra gente
Parabéns, parabéns, hoje é o seu aniversário
Parabéns, parabéns, mais uma volta no calendário
Que você sorria é o que se espera, baby, todo dia
Ter você presente é nossa sorte, é o que nos faz potentes
A gente quer tanto bem a você, sua inocência purifica todos nós
A gente quer é lhe devolver, parte do que você dá pra gente
Parabéns, parabéns, hoje é o seu aniversário
Parabéns, parabéns, mais uma volta no calendário

sexta-feira, 4 de maio de 2012

75 anos da morte de Noel Rosa

Noel Rosa (1910-1937) foi um compositor, cantor e violonista brasileiro. Um dos mais importantes artistas da historia da música popular brasileira. Em pouco tempo de vida compôs mais de 300 músicas, entre sambas, marchinhas e canções. Entre suas músicas destacam-se, "Com que roupa", seu primeiro sucesso, "Conversa de botequim", "Feitiço da Vila" e "Fita amarela". Ficou conhecido como "O Poeta da Vila".


Noel Rosa (1910-1937) nasceu no bairro de Vila Isabel, Rio de janeiro, no dia 11 de dezembro. Filho do comerciante Manuel Medeiros Rosa e da professora Marta de Medeiros Rosa. Foi aluno do tradicional Colégio São Bento. Muito cedo aprendeu a tocar violão e bandolim. Em 1930 ingressa na Faculdade Nacional de Medicina mas depois de dois anos abandona o curso. Já estava envolvido com a música e a boemia. Formou junto com os músicos Almirante, Braguinha, Alvinho e Henrique Brito, o conjunto Bando de Tangarás.


Entre os anos de 1930 a 1937, Noel compôs mais de 300 músicas, entre sambas, marchinhas e canções. Entre sua músicas destacam-se, "Com que roupa", seu primeiro sucesso, "Conversa de botequim", "Feitiço da Vila" e "Fita Amarela". Entre os interpretes de seus sambas destacavam-se Aracy de Almeida, Francisco Alves e Mario Reis. Mestres da Música Popular Brasileira como Chico Buarque de Holanda e Paulinho da Viola, fazem questão de realçar a influência que Noel Rosa teve em suas músicas.

Em 1934 casa-se com Lindaura, moça da alta sociedade, mas tinha várias amantes e passava noites pelos cabarés do bairro da Lapa, no Rio de Janeiro, cantando, bebendo e fumando. Acometido de tuberculose, foi para Belo Horizonte para tratamento de saúde. Na volta para o Rio de Janeiro, achando-se curado, volta a vida boemia.


Noel Medeiros Rosa morreu de tuberculose, no dia 4 de maio de 1937,  em sua casa no Rio de Janeiro, ao lado da esposa e da mãe, com apenas 26 anos.


Noel Rosa foi homenageado em filmes e peças de teatro. Em 2010 a Escola de Samba Unidos de Vila Isabel, apresentou o enredo do carnaval com o samba Noel: A presença do Poeta da Vila, de autoria de Martinho da Vila.